Associação Teatro Experimental do Funchal estreia peça ‘Alguém terá de Morrer’

11 Fev 2020 / 15:24 H.

A Associação Teatro Experimental do Funchal (ATEF), estreia em Março, no Cine Teatro de Santo António, no Funchal, a peça ‘Alguém terá de morrer’.

Trata-se da 148.ª produção própria deste grupo de teatro com texto de Luíz Francisco Rebelo, encenação de Eduardo Luíz, dramaturgia de Eduardo Luíz e Márcia Rodrigues, para Maiores de 12 anos.

A estreia está marcada para 7 de Março, às 21 horas, e ficará em cena até 19 de Abril. Os bilhetes variam entre os 3,50 € para Escolas ou Instituições (mediante reserva) e os 10 euros para o público em geral.

Estudantes, Crianças e jovens até aos 18 anos, assim como maiores de 65 anos, terão um preço especial de 7 euros.

De acordo com a sinopse apresentada pela ATEF, o espectáculo reflecte o jogo violento e sem tréguas daquilo a que alguns chamam ‘Vida’, mesmo tendo como pano de fundo a Morte, e levanta questões que fazem pensar sobre a relação com o nosso semelhante - as traições (por pequenas que sejam) que se cometem diariamente, o cinismo, a hipocrisia, a falta de solidariedade, o desrespeito e o desprezo que se sente pelo outro, em resumo, a falta de compreensão, a falta de humanidade e, acima de tudo, a falta desse sentimento, tantas vezes dito e quase sempre esquecido a que se dá o nome de Amor.

Num contexto quotidiano, inesperadamente, um emissário da Morte bate à porta e deixa aos elementos da família uma mensagem surpreendente: até à meia-noite, alguém terá de morrer. Não importa ao mensageiro que seja o marido, a esposa, a cunhada ou qualquer um dos filhos, será escolhido um, e isso basta. O círculo fecha-se em torno de cinco pessoas que terão de decidir quem, de entre eles, cumprirá esse destino.