Lucro anual da EasyJet baixou 30,2 por cento

Europa /
21 Nov 2017 / 10:06 H.

O lucro bruto da companhia aérea easyJet, até ao mês de setembro, foi de 344 milhões de euros representando uma queda de 30,2 por cento, em relação ao mesmo período do ano passado, informou hoje a empresa.

Num comunicado enviado hoje à Bolsa de Londres, a easyJet assinala que o lucro antes da aplicação dos impostos foi -- no período entre setembro de 2016 e setembro de 2017 -- de 408 milhões de libras (456 milhões de euros), o que corresponde a uma descida de 17,3 por cento em relação ao ano anterior.

No total, o valor correspondente às vendas foi de 5.652 milhões de euros o que indica uma subida de 8,1 por cento em relação a igual período do ano passado.

De acordo com a empresa, a easyJet registou um “número recorde” de passageiros, aumentando 9,7 por cento em comparação com o período anterior.

O transporte de carga foi de 92,6 por cento sendo que no ano passado foi de 91,6 por cento.

No mesmo documento, a easyJet sublinha que tem como objetivo um controlo rigoroso dos custos.

Sobre as perspetivas de futuro, a companhia assinala que vai manter a estratégia de investimento no sentido de conseguir um aumento dos lucros e acredita que vai aumentar a capacidade em 06 por cento, no ano fiscal de 2018.

Carloyn McCall, da administração da empresa, disse que se verificaram “bons rendimentos” apesar do ano estar a ser “difícil” para a indústria da aviação.

A mesma responsável diz também que acredita que a easyJet vai conseguir uma posição de liderança nos principais aeroportos da Europa graças a “um bom serviço de atendimento ao cliente” numa altura em que algumas empresas aéreas enfrentam dificuldades.

“O modelo easyJet é resistente e sustentável”, frisou McCall.

Outras Notícias