Políticos norte-americanos afirmam compromisso com acordo de Paris para o clima

13 Nov 2017 / 07:31 H.

Vários políticos norte-americanos declararam hoje que vão continuar a lutar contra as alterações climáticas a nível local, apesar da “falta de ambição” dos governos centrais.

Falando na Conferência do Clima das Nações Unidas, que se realiza em Bona, Alemanha, o governador do estado da Califórnia, Jerry Brown, afirmou que os norte-americanos, “de Nova Iorque à Flórida”, querem que continue o combate ao aquecimento global apesar das decisões do seu Presidente, Donald Trump, que declarou querer abandonar o acordo de Paris caso não seja alterado.

Um dos seus antecessores no cargo, o também ator Arnold Schwarzenegger, afirmou que “quando o Presidente Trump se retira do acordo, isso não significa nada, porque os governos estaduais vão continuar a fazer o que sempre fizeram”.

Juntamente com o ex-vice-presidente Al Gore, foram as vozes presentes dos Estados Unidos no encontro sobre “governos locais e sustentabilidade”, tema apontado como central para enfrentar a burocracia de governos nacionais cujo desempenho fica sempre abaixo das expectativas.

A secretária das Nações Unidas para o Clima, Patricia Espinoza, apontou que “as grandes cidades vão crescer de forma exponencial” e que é preciso zelar pelo bem-estar das pessoas nessas novas circunstâncias.

O primeiro-ministro de Fiji e presidente da cimeira, Frank Balnimarama, afirmou que é preciso atuar urgentemente para travar os efeitos destrutivos da subida de marés e fenómenos meteorológicos extremos nas zonas costeiras.

Outras Notícias