“O problema do Governo é de liderança e de competência directa do seu presidente”

12 Out 2017 / 11:00 H.

Élvio Sousa começou por relembrar que o JPP alertou, há oito dias, para a possibilidade de haver uma vice-presidência que extraísse competências às secretarias de Eduardo Jesus e de Sérgio Marques. Situação agora confirmada.

No seu entender, o problema deste governo “é um problema de liderança e de competência directa do presidente do Governo”. Quer dizer que estejamos a pedir a demissão do governo que tem toda a legitimidade”, referiu.

Em segundo lugar, acha que há uma clara cedência a pressões, do ‘lobbie’ da construção. “Com a super vice-presidência, receamos que as obras com prévia qualificação que já foram denunciadas por nós, num debate sobre obras públicas, cresçam exponencialmente quanto comparativamente com os procedimentos normais”.

“Consideramos também que as tentativas deste governo, e bem, de mexer no modelo portuário tenha tido uma saída quase imposta do secretário Eduardo Jesus. Uma clara cedência a pressões e a ‘lobbies’. Daí a solidariedade para com Eduardo Jesus, uma pessoa com “muita competência e que é demitido nestas circunstâncias”.

Outras Notícias