Escolas deveriam ensinar história das religiões

17 Set 2017 / 01:06 H.

A ideia, segundo Vera Jardim, seria proporcionar às crianças e jovens o conhecimento sobre as grandes religiões do mundo, como nasceram e como se interligam, que seria dado em módulos de três meses no âmbito de uma disciplina.

Esta é uma proposta antiga da comissão mas que nunca foi concretizada.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Comissão de Liberdade Religiosa disse que gostaria de retomar este debate, apresentando junto do Ministério da Educação uma proposta nesse sentido para que os jovens saibam a base sua própria civilização.

“Temos defendido e já colocámos o problema junto do Ministério da Educação e estamos a pensar pedir audiência para solicitar que seja instituída, não uma disciplina porque seria um exagero, mas um módulo de história das religiões”, disse.

Já em 2008, o então presidente da comissão de Liberdade Religiosa tinha defendido o ensino da história comparada das religiões nas escolas considerando-o “fundamental para a cultura cívica dos alunos”, e para combater os “estereótipos e a ignorância”.

Na altura também o professor universitário e historiador António Reis defendeu a criação de uma disciplina de História das Religiões na escola pública, mostrando-se preocupado com o crescente “analfabetismo” religioso na sociedade.

Tópicos

Outras Notícias