CDU diz que derrocada do muro da Levada do Pico do Cardo de Dentro podia ter sido evitada pela autarquia

16 Mai 2018 / 17:32 H.

Numa nota de imprensa enviada à redacção, assinada por Herlanda Amado, a CDU diz já há alguns anos que tem vindo a alertar para “o risco eminente de derrocada do muro situado na Levada do Pico de Cardo de Dentro”.

“Infelizmente, a situação que agora ocorreu, poderia ter sido evitada pela Câmara Municipal do Funchal, se esta tivesse cumprido de forma contundente o seu papel fiscalizador”, refere e acrescenta: “Ainda no início deste ano, moradores deste Sítio confrontaram novamente a autarquia para o risco eminente de derrocada e para a falta de segurança que os que utilizam diariamente o percurso na Levada. A resposta enviada pela Câmara não foi a desejada pelos moradores. A autarquia enviou a sua resposta acompanhada de um ofício enviada pela empresa Tecnovia, que tem um parque de viaturas sobre o muro, no qual pode ler-se ...” constata-se que a evolução das deformações no muro são praticamente desprezíveis, sugerindo que a estrutura em causa se encontra estável, não havendo por isso motivos que justifiquem uma intervenção no imediato”!

Estas afirmações são lamentáveis e repudiáveis, porque a competência fiscalizadora da autarquia deveria ter sido exercida de outra forma”.

Para a CDU, “é de lamentar que quando os munícipes alertam, ou neste caso como a CDU que já há muitos anos alertam para este perigo, não sejam levadas em linha de conta e sejam relativizadas”. “Deve ser exigido o apuramento de responsabilidades para que situações como estas não voltem acontecer, porque em primeiro lugar deve estar sempre a segurança dos munícipes”, realça.

Outras Notícias