Marcos Freitas cai nos quartos de final do Europeu de ténis de mesa

Mesatenista madeirense não conseguiu superar o adversário sueco

22 Set 2018 / 22:02 H.

Marcos Freitas foi hoje eliminado nos quartos de final do Europeu individual de ténis de mesa, perdendo com o sueco Kristian Karlsson, enquanto Tiago Apolónia caiu nos ‘oitavos’, deixando Portugal sem representantes em Alicante, Espanha.

O 15.º jogador do ‘ranking’ mundial perdeu com Karlsson, 25.º na hierarquia, num duelo emocionante, perdendo por 4-3, pelos parciais de 11-8, 5-11, 11-9, 11-5, 10-12, 6-11 e 11-8.

Depois de ter igualado a partida com um jogo para cada lado, o sueco, que tinha sido colega de equipa do luso em França, no AS Pontoise Cergy, venceu dois jogos de seguida.

No quinto jogo, o português estava em desvantagem, mas conseguiu reduzir para 3-2, antes de igualar a três e forçar a ‘negra’ para decidir a eliminatória, na qual acabou por ceder.

O dia de hoje até tinha começado bem para Freitas, que venceu nos oitavos de final o alemão Ricardo Walther por 4-1, pelos parciais de 7-11, 11-6, 11-9, 12-10 e 11-8.

Na mesma fase, Tiago Apolónia, 36.º jogador mundial, perdeu por 4-1 com o também alemão Patrick Franziska, pelos parciais de 12-10, 11-6, 11-5, 6-11 e 11-9.

Portugal ficou, assim, sem nenhum atleta no último dia do Europeu, no domingo, e sem nenhuma medalha em Alicante, depois de em Budapeste, em 2016, ter conseguido três ‘metais’.

A seleção lusa conquistou, então, uma medalha de ouro, em pares mistos, por João Monteiro (que não defende o título, por estar lesionado), uma de prata, por Fu Yu, em singulares femininos, e uma de bronze, por João Geraldo e Tiago Apolónia, em pares masculinos.

Outras Notícias