Candidaturas ao Prémio ‘FAZ Ciência’, no valor de 35 mil euros, termina este mês

Iniciativa da Fundação AstraZeneca e da Sociedade Portuguesa de Oncologia distingue projectos de investigação nacionais na área da Oncologia

País /
15 Jan 2020 / 11:02 H.

Decorre até ao final do mês de Janeiro o período de candidaturas ao ‘Prémio FAZ Ciência’, uma iniciativa da Fundação AstraZeneca (FAZ) e da Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO), lançado no 16.º Congresso da SPO, e que irá distinguir o melhor projecto de investigação translacional em Oncologia, desenvolvido em Portugal.

Esta bolsa terá um valor entre os cinco e os trinta e cinco mil euros, valor a decidir pela Comissão de Avaliação em função das candidaturas apresentadas, e poderá premiar mais do que um projecto.

Os projectos candidatos ao Prémio ‘FAZ Ciência’, que se encontra na sua 3.ª edição, serão avaliados por uma Comissão de Avaliação composta por cinco especialistas na área da Oncologia: Ana Raimundo, presidente da SPO e directora do Serviço de Oncologia do Hospital de Dia do IPO-Porto; Bruno Silva-Santos, vice-director do Instituto de Medicina Molecular (IMM) da Universidade de Lisboa e professor associado da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; José Carlos Machado, vice-presidente do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup) e professor associado da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto; Noémia Afonso, secretária da SPO e oncologista no Centro Hospitalar do Porto; e Paulo Cortes, coordenador da Unidade de Oncologia Hospital dos Lusíadas.

As candidaturas deverão ser enviadas por email para [email protected], até 31 de Janeiro, sendo os vencedores anunciados em Abril.

O regulamento está disponível no site da SPO, e na página da Fundação AstraZeneca.