Airbus vende 50 aviões A350 à Emirates por 14,5 mil milhões de euros

18 Nov 2019 / 14:51 H.

O fabricante europeu Airbus anunciou hoje a venda à Emirates Airline de 50 aviões do modelo de longo curso A350/900, num contrato no montante de 16 mil milhões de dólares, cerca de 14,5 mil milhões de euros.

Em comunicado, a Airbus e a Emirates dizem que o contrato foi assinado no Dubai Airshow 2019 pelo Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum e Guillaume Faury, presidente executivo da Airbus.

Em conjunto, de acordo com a fabricante, as novas tecnologias usadas no modelo adquirido resultam em custos operacionais 25% inferiores, além de conseguirem uma redução de 25% no consumo de combustível e nas emissões de CO2 (dióxido de carbono), em comparação com aviões concorrentes de geração anterior, o que demonstra o compromisso da Airbus em minimizar o impacto ambiental e liderar a inovação no setor aeronáutico.

De acordo com as informações divulgadas pelas agências internacionais, a Emirates acrescentou 20 aviões à encomenda de 30 aparelhos A350 feita em fevereiro passado e os aviões -- equipados com peças da marca Rolls Royce - serão entregues em 2023.

Ao mesmo tempo, a Emirates anunciou que com esta nova encomenda substitui a encomenda anterior de 40 A330 Neo.

Durante o Dubai Air Show, a Air Arabia também anunciou a compra de 120 novos aviões da Airbus planes, num negócio de 14 mil milhões de dólares (12,7 mil milhões de euros).

O negócio inclui a compra de 70 A320 e 50 A321 Neo, estando a primeira entrega programada para 2024.

Outras Notícias