Polícia apreende 14 quilos de cocaína em Nápoles com a inscrição ‘CR7’

21 Mar 2019 / 21:40 H.

Um jovem de 23 anos foi ontem detido por agentes da Esquadra Móvel - Secção de Crimes Difusos, na cidade de Nápoles, em Itália, depois de ter sido apanhado com 14 quilos de cocaína na bagageira do seu Fiat Panda.

De acordo com diversos meios de comunicação italianos, a polícia, que já estava no encalço do suspeito, apercebeu-se que este estava prestes a carregar os estupefacientes desde a pequena província de San Giovanni, em Foggia, para Giugliano, na fronteira de Nápoles. Ao constatar os movimentos anormais, os agentes interceptaram o jovem de 23 anos, após uma pequena perseguição, e quando abriram a bagageira do Fiat Panda depararam-se com 13 embalagens de estupefacientes, que tinham como inscrição ‘CR7’, em alusão ao ‘astro’ madeirense.

Ainda segundo os meios noticiosos transalpinos, a droga teria inundado o mercado napolitano, permitindo que o submundo conseguisse facturar cerca de 2,5 milhões de euros. De resto, este não é o primeiro caso que usam a imagem, ou a ‘marca’ de Cristiano Ronaldo. Em França, no final de 2018, sucedeu-se o mesmo, mas em menores proporções.

Messi também já ‘serviu’ de inscrição

Recorde-se que o mesmo também já aconteceu com a inscrição do argentino Lionel Messi, numa apreensão que decorreu na Madeira. Na altura, o veleiro apreendido na Região trazia consigo 588 quilos de cocaína que valiam 60 milhões de euros.

Outras Notícias