Milhares de deslocados devido a combates na República Democrática do Congo

18 Mai 2019 / 04:13 H.

Milhares de civis estão a fugir dos combates entre o exército congolês e as milícias na província de Kivu do Sul no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), foi hoje anunciado.

As pessoas deslocadas estão no território de Fizi, na comuna rural de Minembwe, com o vice-presidente da região, Charles Sadiki, a referir que estavam “25 mil pessoas” no centro de Minembwe.

“Eles estão a fugir dos combates, as suas casas foram queimadas, saqueadas e as pessoas estão a passar a noite fora. Não há abrigo, alimentos ou ajuda”, afirmou Charles Sadiki.

O vice-presidente da região acrescentou que foram ouvidos tiros nos arredores de Minembwe, afirmando que os grupos armados estão a ser “apoiados por grupos armados estrangeiros”.

“Existem conflitos tribais. Cada tribo tem o seu grupo armado, diria que é um combate selvagem”, frisou.

A força da Missão das Nações Unidas na RDCongo (Monusco) anunciou esta semana que repeliu ataques em Minembwe.

Dezenas de grupos armados estão ativos nas duas províncias do Norte e do Sul de Kivu.

A RDCongo conheceu a sua primeira transição pacífica de poder em 24 de janeiro, depois da eleição presidencial de 30 de dezembro, que proclamou o antigo opositor Félix Tshisekedi vencedor do escrutínio.

Outras Notícias