Maduro repudia “tentativa de golpe de Estado” e pede acção dos órgãos judiciais

23 Jan 2019 / 20:32 H.

“Esta tentativa de golpe de Estado é a maior insensatez que o imperialismo já cometeu e os seus lacaios”. A frase pertence a Nicolás Maduro, exigindo uma resposta dos órgãos judiciais da Venezuela face a Guaidó, que autoproclamou-se presidente interino do país.

“Cabe aos órgãos de justiça que actuem para preservar o Estado e a ordem democrática”, atirou Maduro.

“Não à violência, não ao golpismo”, referiu ainda.