Juan Guaidó reúne-se hoje em Londres com Boris Johnson

21 Jan 2020 / 14:25 H.

O opositor venezuelano Juan Guaidó, reconhecido por meia centena de países como presidente interino da Venezuela, vai reunir-se hoje em Londres com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou Downing Street.

Guaidó será recebido durante a tarde pelo chefe da diplomacia britânica, Dominic Raab, e Boris Johnson deverá juntar-se-lhes, segundo fonte do gabinete do primeiro-ministro britânico.

“O Reino Unido reconheceu-o como presidente interino. Com os nossos parceiros internacionais, pensamos que ele é a pessoa certa para pôr fim à atual crise na Venezuela, em face da ausência de um presidente legitimamente eleito”, disse uma porta-voz de Johnson.

Desafiando a proibição de sair do território venezuelano, Juan Guaidó viajou para a Colômbia onde, no domingo, se reuniu com o secretário de estado norte-americano, Mike Pompeo.

Na quarta-feira é esperado em Bruxelas, para um encontro com o chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, e quinta-feira segue para Davos, na Suíça, onde decorre o Fórum Económico Mundial.

Reeleito para a presidência da Assembleia Acional venezuelana a 05 de janeiro, Juan Guaidó reivindica há um ano a presidência interina da Venezuela, acusando Nicolas Maduro de “usurpação” da presidência depois de uma “reeleição fraudulenta” em 2018.

O Governo da Venezuela qualificou a viagem de Guaidó ao estrangeiro de ato “insignificante” de “um lacaio que vai encontrar-se com os seus amos na Colômbia”, nas palavras de Diosdado Cabello, “número dois” do regime.