Bruxelas abre investigação à Amazon por alegado uso de dados pessoais de vendedores

17 Jul 2019 / 12:05 H.

A Comissão Europeia abriu hoje uma investigação à gigante norte-americana de comércio electrónico Amazon para determinar se a companhia usou informações pessoais “confidenciais” de vendedores independentes, quebrando as regras comunitárias na área da concorrência.

A Comissão Europeia abriu uma investigação formal para avaliar se o uso de dados confidenciais pela Amazon de vendedores independentes que vendem na sua plataforma viola as regras de concorrência da UE”, informa o executivo comunitário em comunicado.

Bruxelas suspeita, assim, que ao ter acesso a esta informação, a Amazon tenha sido beneficiada em comparação com outras plataformas de comércio electrónico.

A Amazon vende, através da sua plataforma, produtos próprios, mas tem espaço para comerciantes independentes venderem directamente aos consumidores.

Outras Notícias