Vídeo mostra 605 garrafas de rum da Madeira a serem colocadas no fundo mar

27 Mar 2019 / 19:01 H.

Realizou-se esta manhã, na Marina da Quinta do Lorde, no Caniçal, o procedimento de submersão de 605 garrafas de rum agrícola com seis anos de envelhecimento da empresa J. Faria & Filhos.

Os Engenhos do Norte - Porto da Cruz lançaram assim ao mar o seu conhecido ‘970’, garrafa sobejamente conhecida pela diáspora madeirense que ficará no fundo do mar por um período entre seis meses a um ano.

Estas garrafas, agora submersas, encontram-se entre os oito e os 10 metros de profundidade, em cinco grades soldadas e amarradas com uma corrente, sendo que a primeira prova decorrerá daqui a seis meses, ou seja, no final de Setembro.

“Esta edição especial que chamar-se-á ‘Rum Agrícola da Madeira - Underwater Edition’ será vendida tal e qual como sair do mar. Cada garrafa será única pois a vida marinha dará o seu cunho pessoal a cada um destes néctares. A movimentação das marés, a pressão, a temperatura, a ausência de luz natural e de oxigénio farão a sua magia”, pode ler-se na descrição da página de Facebook do Engenho do Norte.

O secretário regional da Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos, esteve presente na submersão.