Vinda de mais estudantes sul-africanos depende de financiamento

19 Mar 2019 / 12:33 H.

A continuidade dos protocolos que têm permitido que várias dezenas de estudantes sul-africanos desenvolvam a sua formação na Escola Profissional de Hotelaria e Turismo da Madeira e na Universidade da Madeira (UMa) é um dos temas centrais da visita que a embaixadora da África do Sul realiza hoje e amanhã à Região. Esta manhã, à saída de um encontro com o representante da República, Mmamokwena Gaoretelelwe admitiu que esta questão ainda está em aberto e que a continuidade desta cooperação dependerá da garantia de financiamento por parte do seu país.

Para já, a diplomata faz um balanço positivo destes protocolos: “Tudo depende do financiamento mas é um bom programa e o aumento das competências destes estudantes impulsiona o desenvolvimento do nosso país”.

Tópicos

Outras Notícias