Vereador do PSD Santa Cruz pressionado para deixar lugar

Estrutura concelhia não se revê nas posições tomadas por Arlindo Gouveia

10 Nov 2019 / 10:22 H.

Foi tensa, mas também foi emotiva, a reunião de destacados militantes social-democratas com Arlindo Gouveia, o único vereador do PSD eleito à Câmara Municipal de Santa Cruz. O autarca social-democrata está a ser fortemente pressionado para suspender o mandato ou, numa derradeira alternativa, mudar a sua estratégia política que não coincide minimamente com a linha da estrutura concelhia que não se revê nas várias posições públicas que tem tomado, algumas, consideram, que fragiliza o próprio PSD-M, daí que existam movimentações para afastar o vereador.

O DIÁRIO sabe que ontem decorreu um encontro entre militantes locais e não terá sido propriamente muito agradável sobretudo as críticas apontadas ao autarca. Arlindo terá dito mesmo se a vontade era sua saída da vereação, o melhor caminho então era coloca-lo na “rua”, exortou.

As críticas contundentes chegaram a emocionar o autarca que disse estar a defender mais os interesses da população que a lógica partidária, no entanto as deliberações favoráveis para a retirada da feira do Santo da Serra ou a concordância da expropriação da Quinta Escuna, que hoje o nosso jornal dá conta na sua edição impressa, foram dois dossiers que deixaram estupefactos os rostos com maior peso na concelhia, que, em bom rigor, não contou com a presença do presidente da estrutura, Joaquim Marujo.

Seja como for, consideram que ao votar ao lado da vereação liderada por Filipe Sousa, o desagrado da população e dos militantes tem subido de tom tendo inclusive chegado já à rua dos Netos que está a par desta profunda ‘azia’ que reina em Santa Cruz.

Fonte da concelhia revelou que a actuação política de Arlindo Gouveia deixa desconfortável os social-democratas que não se revêem neste tipo de “amizade” com Filipe Sousa quando sistematicamente o governo e o PSD têm sido atacados por membros do JPP pela própria autarquia.

Este desconforto está a ganhar proporções ao ponto de, numa medida mais extrema, estar a ser ponderado a retirada de confiança política ao autarca e antigo presidente de Junta de Santa Cruz que neste mandato já substituiu Roquelino Ornelas. As próximas horas serão determinantes para a continuidade do vereador.

Outras Notícias