Susana Prada debateu alterações climáticas no Porto Santo

O auditório da autarquia foi pequeno para tantos alunos e professores, interessados em ouvir a secretaria regional do Ambiente falar da importância das regiões insulares contribuírem para as alterações climáticas

15 Mar 2019 / 13:04 H.

A Escola Professor Francisco Freitas Branco, organizou hoje um debate intitulado ‘O Impacto das Alterações Climáticas nos territórios insulares’ que levou Susana Prada à ilha dourada.

A secretaria regional do Ambiente referiu que não existem duvidas de que o clima está a mudar, com a temperatura média a aumentar e a precipitação a diminuir, sendo os episódios extremos cada vez mais frequentes, pelo que é preciso adaptarmo-nos a esta realidade.

“O governo regional consciente que das alterações climáticas, aprovou, em 2015, uma estratégia de adaptação às alterações climáticas na Madeira” disse a governante, tendo frisado que essas medidas já estão no terreno e passam pela reflorestação, com plantas adequadas, para minimizar o risco de incendio, ou risco de uma aluvião, ou pela diminuição nas perdas de agua.

Para melhorar as soluções hídricas, Susana Prada disse ao DIARIO que é preciso fazer uma “utilização sustentável dos nossos recursos” que, neste momento, são suficientes para todos os usos. A solução passa igualmente pela utilização, cada vez mais, de energias renováveis.

No entanto, relembra que as mudanças não parem só do Governo, sendo importante cada um fazer a sua parte.

“Todos nós temos de dar o nosso contributo para a adaptação às alterações climáticas”, realçou Susana Prada.

O debate foi realizado pelos alunos e professores da área do ambiente da escola secundária Professor Francisco Freitas Branco.

José Carlos Silva, docente da escola, salientou que o objetivo da iniciativa foi sensibilizar a comunidade para a importância das alterações climáticas.

No início do debate os alunos do ‘Liceu’ do Porto Santo, entregaram à governante uma carta intitulada ‘GESTO GLOBAL PELO FUTURO’, onde dão a conhecer as medidas e os projectos do Governo Regional para um melhor ambiente na ilha, como a Integração da área do Pico Branco e Terra Chã na rede Natura 2000, o Projecto Life nos Ilhéus do Porto Santo, o Porto Santo Sustentável, a Rede das áreas marinhas protegidas do Porto Santo, o Sistema de Iluminação pública, o Plano de Gestão Florestal dos Espaços Florestais e a Candidatura do Porto Santo a Reserva da Biosfera.

Apesar de reconhecerem o trabalho governamental, os alunos questionaram as medidas tomadas para a protecção da praia e também das dunas e de que forma será possível acudir os oceanos em situação de catástrofe. Foi ainda proposta a utilização de copos recicláveis, por parte da autarquia, nas grandes festas da ilha dourada.

Outras Notícias