SESARAM realiza procedimento minimamente invasivo para o tratamento de neuropatias periféricas

22 Jun 2019 / 23:56 H.

O Centro Multidisciplinar de Medicina da Dor – Dr. Rui Silva (CMMDor), dirigido pelo Médico Anestesiologista, Duarte Correia, realizou no dia 19 de Junho, a implantação dos primeiros neuroestimuladres periféricos (Stim Router), em dois utentes acompanhados pela Medicina da Dor do SESARAM. Este procedimento além de aliviar da dor do paciente, melhora a sua qualidade de vida, devolvendo-lhe a capacidade laboral, a independência e a autonomia.

A técnica realizada consistiu na colocação de um elétrodo permanente subcutâneo que administra impulsos diretamente no local a intervir. Trata-se do único componente do Sistema Stim Router que é implantado e constitui uma mais valia para a melhoria dos utentes intervencionados.

O Hospital Dr. Nélio Mendonça é o primeiro hospital público do país a realizar este procedimento. Não é uma técnica inédita, no entanto, nestes casos clínicos em particular, em muito contribuirá para o controlo álgico e, consequentemente, para uma melhoria significativa da qualidade de vida dos utentes.

O procedimento foi realizado sob a orientação do especialista Massimiliano Raggi, médico anestesiologista da Unidade da Dor do Hospital Rovereto, em Trento (Itália).

O médico especialista dedicado à medicina da dor, ao abrigo das boas relações, deslocou-se à Região Autónoma da Madeira para acompanhar a equipa do SESARAM no tratamento de duas neuropatias periféricas.

As dores neuropáticas são incapacitantes, reduzem a qualidade de vida, prejudicam a atuação profissional e limitam a participação social dos pacientes.

Outras Notícias