SESARAM deve 2,9 milhões em dispositivos médicos

06 Dez 2019 / 07:00 H.

Em Outubro passado, o SESARAM devia cerca de 2,9 milhões de euros às empresas associadas à APORMED - Associação Portuguesa das Empresas de Dispositivos Médicos. O sector queixa-se da demora, uma vez que o prazo médio de pagamento na Madeira é de 149 dias. A dívida do Serviço Regional de Saúde faz a manchete da edição impressa do DIÁRIO desta sexta-feira, para ler na página 6.

Também em destaque na primeira página, para ler na 12, a (re)construção da Capela das Babosas, uma obra que deve ficar concluída na próxima Primavera.

No Desporto, sabemos que vão ser implementados desfibrilhadores em sete recintos desportivos e centros de juventude na Região. Leia mais na página 18.

Assunto inevitável, é o do vento forte que arrasou qualquer operação do Aeroporto da Madeira, na quinta-feira, obrigando ao cancelamento de 64 voos. O isolamento também deixou marcas no Porto Santo. Saiba as últimas notícias sobre o tema, na página 13 e 3, respectivamente,

Nas páginas 30 e 31, a reportagem do DIÁRIO no Circo Mundial, que ressurge com um espectáculo renovado. A ante-estreia acontece esta sexta-feira.

Boas leituras, dia feliz.