Revisão em alta pela agência Moody’s demonstra políticas “bem sucedidas” do Governo, diz Pedro Calado

A agência de notação financeira melhorou o ‘rating’ atribuído à Madeira, de ‘B1’ para ‘Ba3’

17 Out 2018 / 17:23 H.

A agência de notação financeira Moody’s melhorou o ‘rating’ atribuído à Madeira, de ‘B1’ para ‘Ba3’ e reviu também em baixa a perspectiva para a Região. Pedro Calado, vice-presidente do Governo Regional, diz ao DIÁRIO que esta revisão em alta pela agência Moody’s vem demonstrar que as políticas adoptadas pelo Governo Regional da Madeira, com base na consolidação das finanças públicas e do crescimento sustentável, têm vindo a ser bem sucedidas.

“O Governo Regional congratula-se, por isso, com esta decisão, que reforça a credibilidade da Madeira junto dos mercados internacionais e facilita o acesso ao crédito por parte da Região e das empresas madeirenses, com evidentes vantagens para a economia regional e para as famílias, contribuindo desta forma para o alívio da carga fiscal e que tem vindo a ser uma prioridade na definição de políticas deste executivo”, realçou.

Recorde-se que além da Madeira, a agência de notação financeira Moody’s melhorou também o ‘rating’ atribuído aos Açores de ‘Ba2’ para ‘Ba1 e reviu, de igual forma, em baixa a perspectiva para esta região autónoma.

Numa nota de análise divulgada na terça-feira à noite, justifica a subida de ‘rating’ com a redução do “risco sistémico” associada ao “fortalecimento do perfil da dívida soberana de Portugal” (já traduzido numa melhoria do ‘rating’ do país de ‘Baa3’ para Ba1, na última sexta-feira) e à consolidação orçamental e do crescimento económico do país, que “contribuiu para fortalecer o perfil de crédito das duas regiões autónomas”.