PTP pede reposição da legalidade nas inspecções automóveis da Madeira

16 Mai 2019 / 17:22 H.

O Partido Trabalhista Português (PTP) da Madeira questionou hoje o Governo Regional (GR) sobre a polémica que voltou a envolver o Centro de Inspecções da Madeira.

Segundo Raquel Coelho, em causa, está a reportagem da TVI, desta terça-feira, sobre a alegada situação de ilegalidade em que se encontra o Centro de Inspecções da Madeira.

A deputada começou por questionar a razão para que o Governo Regional, não tenha prestado qualquer tipo de esclarecimento sobre denúncia da TVI, evidenciando “culpa” por parte do executivo madeirense.

Considerou que já é tempo de o GR colocar termo ao “imbróglio das inspeções automóveis” e respeitar a anulação do negócio feito pelo Governo Regional, pela “violação das regras do concurso para a exploração do centro de inspecções”, frisa Raquel Coelho, salientando o facto de os Madeirenses e Porto-Santenses estarem “fartos de pagar pelas más práticas governamentais do PSD”, e de terem suportado, nestes últimos 20 anos, a inspeção automóvel a preços superiores ao que se pratica a nível nacional. “Agora ainda somos chamados a pagar 20 milhões de euros de indemnização à empresa que foi preterida no concurso”, diz a deputada trabalhista, referindo a necessidade do Governo Regional “acabar com as práticas do velho regime, na imposição de monopólios à população”.

Outras Notícias