PTP diz que o Grupo Vinci devia pagar a restauração das abóbadas da cabeceira do aeroporto

24 Fev 2019 / 15:43 H.

O dirigente do PTP, José Manuel Coelho, manifestou, hoje, o seu profundo desagrado pelo estado de degradação das abóbadas que suportam o troço da via rápida junto à cabeceira da pista do Aeroporto da Madeira - Cristiano Ronaldo, em Santa Cruz.

Numa iniciativa realizada, junto ao Porto de Recreio de Santa Cruz, Coelho lembrou a necessidade da realização de obras de beneficiação das abóbadas da cabeceira do aeroporto e defendeu que deveria ser o Grupo Vinci a pagar.

“Os Governos da direita têm uma política que é rebentar com o património público e entregá-lo ao privado, tudo o que dá lucro vai para o privado, o que dá prejuízo fica para o povo pagar e foi isso que aconteceu com o nosso aeroporto entregue ao Grupo Vinci e agora quem tem de pagar as obras de beneficiação são os madeirenses”, afirmou José Manuel Coelho.

Coelho diz que os cidadãos devem penalizar os partidos da governação, pois no seu entender estes estão de “costas voltadas para o povo e a defender o grande capital”, aproveitou também para apelar ao voto no Partido Trabalhista.

Outras Notícias