Ponto e Vírgula assegurado por mais quatro anos

O projecto envolveu nestes primeiros quatro mais de mil alunos em 31 edições, que foram tornadas públicas através do DIÁRIO. A quinta série começa ainda este ano

20 Nov 2019 / 15:58 H.

O Ponto e Vírgula voltou hoje à casa onde tudo começou para garantir mais quatro anos do projecto educativo promovido pela Secretaria Regional da Educação, Ciência e Tecnologia, que mobiliza actualmente as 15 escolas secundárias e envolveu nos primeiros quatro anos mais de mil alunos. Trata-se de uma espécie de jornal desenvolvido nas instituições de ensino que chega ao público ao ser publicado regularmente no interior do DIÁRIO. Além disto, inclui ainda o concurso Grande Ideia, apoiado em termos de prémios e exposição pelo Centro Comercial La Vie. Ao início desta tarde representantes das três entidades envolvidas reuniram-se na Escola Dr. Ângelo Augusto da Silva para assinar um protocolo que garante o compromisso por mais quatro anos e para destacar as virtudes do projecto. O suplemento vai para a quinta série. É realizado integralmente pelos alunos, apoiados por professores e por outros alunos que asseguram a coordenação. Paralelamente, decorre o concurso que coloca em competição os trabalhos dos estudantes em sete categorias: Reportagem, Conto, Poesia, Investigação Histórica, Fotografia, Ilustração e Vídeo, trabalhos estes que são depois avaliados por um júri.

Na assinatura, o secretário regional destacou os números dos últimos quatro anos, as 31 edições que correspondem ao mesmo número de publicações no DIÁRIO, 472 páginas criadas pelas escolas (inicialmente eram 30 escolas, a partir do segundo ano ficaram apenas as 15 secundárias). Mobilizou 1004 alunos, 91 com as funções de coordenação e 18 jovens editores. Foram publicados 468 trabalhos e criados 31 vídeos promocionais, a par de envolver 200 professores. O Concurso Grande Ideia, que nasceu dentro do projecto, é mais recente. Tem três anos, juntou 403 concorrentes de 15 escolas e 308 trabalhos. O Mural da Academia La Vie tem dois anos, é um espaço onde os trabalhos premiados são expostos. Lá já estiveram patentes ao público 86. Há ainda o ‘Meia Hora com PV’, um programa de rádio associado emitido pela TSF-Madeira, é o mais recente no âmbito do Ponto e Vírgula. São 30 minutos semanais, que desde que começou resultou em 24 programas, 12 horas de emissão asseguradas novamente pelas 15 escolas, através de 78 alunos.

Jorge Carvalho aproveitou a ocasião para elogiar o envolvimento de todos. Chamou mesmo uma “conjugação perfeita”, a que existe no âmbito deste projecto entre os alunos, o DIÁRIO e o La Vie. “Conseguimos criar um espaço que é único no país onde os nossos alunos, as nossas escolas podem efectivamente apresentar aquilo que são os seus projectos, os seus trabalhos, os seus pensamentos, os seus talentos e, acima de tudo, ter um espaço de apresentação pública dos mesmos”.

O secretário regional recordou que há quatro anos a Secretaria apresentou o projecto ao DIÁRIO e às escolas e houve interesse, mas também resistências. Não houve quando o apresentou aos alunos. “Receberam com muito poucas dúvidas e entusiasmo extraordinário”, entusiasmo este que alimentou o Ponto e Vírgula e o concurso Grande Ideia ao longo deste tempo e que acredita vai garantir o sucesso nos próximos quatro anos.

O governante sublinhou ainda a importância de espaços e formatos como este para desenvolver as competências e os talentos dos alunos.

No DIÁRIO, o projecto encontra uma porta aberta. Foi a forma de o jornal poder se associar à comunidade escolar e a um trabalho “muito válido” que é feito das escolas, assumiu o director, José Câmara, garantindo que é para continuar. É também uma forma de aproximar os mais jovens ao DIÁRIO, que aqui funciona como veículo de divulgação dos trabalhos, mostrando-os à comunidade. “Estamos abertos, como sempre estivemos, a outros projectos que venham neste sentido, que é divulgar o trabalho que é efectuado feito pelos professores e pelos alunos”.

Luís Loureiro, em representação do Grupo Wider Propert, deu como bem empregue o investimento do La Vie. O centro comercial abraçou o Grande Ideia desde a primeira hora, hoje acredita está implementado. E é mais do que um concurso, defendeu. “É um programa educativo, é um programa curricular, é uma mais-valia para todos envolvidos”.

O administrador recordou a importância não só de inovar, mas de manter o que é construído. “Estamos sempre muito preocupados em inovar, em às vezes inventar, e esquecemo-nos que há inovações que têm de ser mantidas no tempo”, assim como reconhecidas como necessárias, acrescentou.

“A aventura jornalística e o grande desafio da criatividade”, como lhe chamou Luís Spínola, a coordenadora do Ponto e Vírgula, tem as condições para continuar. O regulamento e o calendário foram entregues às escolas presentes na sessão. Em Dezembro sai a primeira publicação do V Ponto e Vírgula. É da responsabilidade da Escola Francisco Franco.

Outras Notícias