PCP solidário com a luta dos trabalhadores da Provise

12 Dez 2019 / 12:14 H.

O PCP veio hoje a público manifestar a sua solidariedade para com os trabalhadores da Provise, “que lutam para que a empresa cumpra com o seu dever de pagar os salários”.

“Os cerca de 40 vigilantes que trabalham para a Provise estão com salários em atraso referentes a parte do mês de Outubro e a totalidade do mês de Novembro, assim como ainda não foi pago a todos os trabalhadores o valor referente ao trabalho suplementar desde o mês de Maio de 2019”, recordam os comunistas num comunicado dirigido à imprensa.

A situação da empresa de segurança privada Provise não é nova e até já levou a Inspecção Regional do Trabalho a proceder à instauração de Processo de contra-ordenação contra a empresa.

Nos Açores, onde fica a sede da empresa, o mesmo assunto já levou à indicação de vários processos

semelhantes e realização de greves.

O Partido Comunista reforça que “os trabalhadores podem contar com a solidariedade e intervenção do PCP”.