“Obras à pressa (do GR) em tempo de eleições resultam, por vezes, em erros maiores”, critica Câmara de Santana

Repavimentação em obra do GR tem motivado reparos dos munícipes

19 Set 2019 / 12:42 H.

A Câmara Municipal de Santana acaba de emitir esclarecimento a informar os munícipes em particular, cidadãos em geral, que os trabalhos recentemente efectuados na Estrada Regional 101, no troço entre o Posto de Combustível “Lubriana”, em direcção ao Cortado é da responsabilidade do Governo Regional, nomeadamente, da Secretaria Regional de Equipamentos e Infraestruturas e Direcção Regional de Estradas.

Justifica o esclarecimento, após terem chegado a esta autarquia diversas queixas, relativamente aos trabalhos que naquela zona estavam a ser executados sem a fresagem do piso existente, verifica-se que “ao invés de um piso regular o que temos são ‘remendos’ que resultam em lombas, provocando constrangimentos na circulação automóvel e demonstrando ausência de cuidado na sua execução”, denuncia.

Adianta que “esta Câmara Municipal não quer retirar daqui nenhum tipo de aproveitamento político, sabendo que quem trabalha comete erros, sendo que no passado dia 14 de Agosto de 2019, em reunião ordinária de Câmara Municipal, através de um dos vereadores do Executivo, foram reconhecidos os trabalhos de asfaltagem executados na referida estrada, no troço entre o Restaurante e Hotel “O Colmo” e o cruzamento da Estrada Regional do Pico das Pedras, na medida em que toda a largura da via foi repavimentada”, refere.

“Mas não podemos deixar de alertar o Governo Regional para este novo cenário que, era, no nosso entender e dos nossos munícipes, evitável, se, por exemplo, tivessem sido efetuados apenas mais 100 metros com qualidade do que 1 km apressadamente executado”, faz saber a nota do executivo municipal.

Conclui por isso que “obras à pressa em tempo de eleições resultam, por vezes, em erros maiores e fazemos questão de mostrar o nosso desagrado e o dos nossos munícipes, tendo já sido enviado um ofício para a tutela daquela estrada, esperando que no futuro a situação seja corrigida”.

Outras Notícias