Mercado do bordado, tapeçarias e artigos de guarnição volta a diminuir

23 Jan 2020 / 17:20 H.

Em 2019, a comercialização de bordados, tapeçarias e artigos de guarnição representou uma receita de primeira venda de 545,1 milhares de euros, -21,8% que em 2018, mantendo a tendência de queda dos três anos anteriores. Aquele decréscimo foi influenciado pela diminuição generalizada das vendas, tanto para o mercado nacional (-32,6%) como para o mercado estrangeiro (-9,9%).

No ano em análise, cerca de 45% das vendas foram feitas no mercado nacional (246,2 milhares de euros). Os Estados Unidos (168,9 milhares de euros) e a Itália (64,5 milhares de euros) foram os principais mercados de destino deste tipo de artigos. As variações homólogas relativas aos referidos mercados foram de -11,1% e de -24,0%, respetivamente. De assinalar a queda das vendas no mercado regional, que recuaram 33,3% em 2019, fixando-se nos 236,8 milhares de euros.

Tópicos