Madeira é “o palco ideal para um relacionamento empresarial estável e profícuo” para países sul-americanos

Secretário regional da Economia, Rui Barreto, na reunião organizada pela ACIF com representantes das embaixadas com empresários madeirenses

13 Nov 2019 / 11:04 H.

A Madeira é o local ideal para o estabelecimento de relações comerciais dos países da América Latina e a Europa, sendo este o ponto de ordem deixado esta manhã pelo secretário regional de Economia, Rui Barreto, num encontro organizado pela ACIF-CCIM com representantes das embaixadas daqueles países em Portugal, com vista a estreitar relações económicas de maior proximidade.

Para o governante, um dos muitos presentes na sala de reuniões repleta da associação empresarial, a Região Autónoma da Madeira é “o palco ideal para um relacionamento empresarial estável e profícuo” para estes países sul-americanos, tanto é que são já vários séculos de relacionamento em vários contextos, a começar nos Descobrimentos, há cerca de 500 anos, quando os portugueses chegaram ao continente Americano.

Rui Barreto salientou que os oito embaixadores e encarregados de negócios nesta reunião preparada em conjunto com o Instituto para a Promoção da América Latina e Caraíbas, têm assim a oportunidade de conhecer, de perto, algumas áreas de negócio que poderão servir de veículo para entrar na Europa, através, nomeadamente, do Centro Internacional de Negócios da Madeira, permitindo também abrir portas às empresas da Região entrar naqueles mercados.

O secretário regional disse ainda que esta reunião vem em boa hora, uma vez que a internacionalização e diversificação da economia regional é uma das principais estratégias do Governo, esperando que para a próxima década a Madeira possa aproveitar o crescimento esperado no peso do mercado latino-americano na economia nacional de 3 para 5%, sendo que há alguns anos um estudo calculou que cerca de 12% das relações comerciais entre Portugal e esses Estados eram feitas através do CINM.

Outras Notícias