Escórcio devolve cartão de militante ao PS-M

13 Dez 2018 / 12:00 H.

André Escórcio vai expedir para o PS-M o seu cartão de militante, com quotas pagas até Dezembro de 2018, solicitando a sua anulação, enquanto não forem tomadas as devidas atitudes por parte da direcção do partido, em relação a um deputado. Em causa está, segundo refere na sua página de Facebook, “um vídeo, onde é mostrado um deputado do PS-M simultaneamente, vice-presidente do partido, em imagens que apenas digo serem chocantes quando tornadas públicas. Não vou aqui descrevê-las. O próprio youtube suspendeu tal vídeo”.
André Escórcio faz um apelo directo a Emanuel Câmara e ao parlamentar em causa: “O presidente do PS-M só tem um caminho possível, abrir um inquérito sumário, averiguar, levar o assunto à Comissão de Jurisdição propondo a sua demissão. Entretanto, deve o deputado em causa deixar a Assembleia Legislativa da Madeira e todos os cargos que ocupa”. O antigo dirigente afirma que “o exercício da política tem de ser pautado pelo rigor, pela decência e por comportamentos adequados. E por aqui fico”.

Tópicos