Daniel Ramos quer “melhorias” no Rio Ave já no jogo com o Benfica

05 Jan 2019 / 15:06 H.

O novo treinador do Rio Ave, Daniel Ramos, quer “ver melhorias” na sua equipa já no jogo de domingo, frente ao Benfica, no estádio da Luz, na 16.º jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O técnico dos vila-condenses, que assumiu o comando do plantel apenas na quinta-feira, herdou uma equipa que não vence, no campeonato, há sete jornadas consecutivas, algo que pretende inverter já neste duelo com as ‘águias’.

“Mesmo sendo o Benfica o próximo adversário, num jogo com grande grau de dificuldade, espero ver melhorias e um compromisso para sairmos de uma situação difícil, à qual o clube não esta habituado, com esta série de resultados”, notou Daniel Ramos.

O treinador do Rio Ave admitiu que este será um jogo com um elevado “grau de imprevisibilidade”, não só para o Rio Ave, pela mudança de treinador no Benfica, com a saída de Rui Vitória e a entrada do interino Bruno Laje, mas também para os ‘encarnados’, que vão encontrar um Rio Ave diferente.

“Este foi um jogo preparado em apenas três treinos, mas se passarmos a ideia do que queremos ser, mesmo perante uma grande equipa como o Benfica, e encararmos o jogo com naturalidade e otimismo, podemos regressar aos pontos e até vencer”, antecipou o técnico da formação da foz do Ave.

Daniel Ramos desvalorizou o atual momento do Benfica, preferindo centrar o seu discurso naquilo que o Rio Ave pode fazer na Luz, naquele que será o seu jogo de estreia no comando da formação vila-condense.

“Vamos com ambição de fazer um bom trabalho, melhorar a prestação da equipa e subir na tabela classificativa, independentemente do que se está a passar no Benfica. O Rio Ave não vai perder a sua ideia de jogo de ter bola, criar dinâmicas e dominar”, garantiu Daniel Ramos.

O técnico admitiu, ainda assim, que a vaga de lesões e castigos limitam as suas opções, sobretudo no meio campo, esperando, por isso, ter “uma equipa solidária”.

“Não estamos com todas as opções, mas cabe-me arranjar soluções e sinto que o grupo esta ciente que temos de ser solidários para colmatar essas dificuldades”, vincou.

Esta foi a primeira vez que Daniel Ramos, sucessor José Gomes, que saiu para os ingleses do Reading, falou como treinador do Rio Ave, partilhando o orgulho de treinar o clube da sua terra natal.

“Apesar de querer chegar mais além, este é um clube que sempre quis treinar. Sou um vila-condense muito presente na cidade e no clube, onde assisti a jogos, fui atleta da formação e também sénior. Sinto o que é o Rio Ave e espero corresponder às expectativas de todos e dizer, no futuro, que todos ficámos a ganhar com a minha vinda”, desabafou.

Para a sua estreia no comando técnico dos vila-condenses, Daniel Ramos tem a equipa desfalcadas, com as lesões Joca, Nuno Santos, Borevkovic, Gelson Dala, Diego Lopes e Tarantini, e também com a ausência do castigado Fábio Coentrão.

O Rio Ave, 10.º classificado, com 19 pontos, desloca-se no domingo ao estádio da Luz, para defrontar Benfica, quarto, com 32, numa partida agendada para as 17:30.