Manuela Aranha e Xarabanda distinguidos na abertura do ano académico

16 Out 2019 / 17:51 H.

A abertura do ano académica na Região começou, esta quarta-feira, com o tradicional cortejo académico nos jardins do Colégio dos Jesuítas e continuou já dentro do auditório com a cerimónia de atribuição do prémio ‘UMa Reconhecimento’. Este ano, foram galardoados Manuela Aranha, na categoria Escultura; e a Associação Xarabanda, na de ‘Natureza Colectiva’.

A primeira a subir ao palco foi Manuela Aranha, que dedicou a distinção “a todos os amigos madeirenses” que ajudaram a escultora a desencadear o trabalho pelo qual é reconhecida: “Sozinha não era capaz”, disse. Manuela Aranha agradeceu ainda a Alberto João Jardim, que sempre q “acompanhou”, e também se encontra na cerimónia.

Depois, foi a vez da Associação Xarabanda receber o galardão. Depois de agradecer à Universidade da Madeira, o porta-voz do grupo afirmou que recebem o prémio com “grande satisfação”, uma vez que é “o reconhecimento de um trabalho que está a ser desenvolvido em relação à cultura regional”.

Na cerimónia, estão presentes vários governantes e autarcas, entre eles Miguel Albuquerque, Pedro Ramos ou Miguel Silva Gouveia.

Outras Notícias