Coronavírus Mundo

Turquia detecta os primeiros seis casos da variante Ómicron

None

A Turquia detetou os primeiros seis casos da variante Ómicron do coronavírus SARS-CoV-2 no país, todos com sintomas ligeiros, noticia hoje o jornal turco Hürriyet.

"Temos a variante Ómicron, até agora foram confirmados seis casos, cinco deles em Esmirna e um em Istambul", disse o ministro da Saúde turco, Fahrettin Koca, durante um debate no parlamento pouco antes da meia-noite, sem dar mais detalhes sobre a possível via de chegada das infeções.

De acordo com o ministro, "nenhum dos seis casos exigiu internamento, os infetados não têm complicações e estão a ser acompanhados".

"Pensamos que a variante Ómicron é mais contagiosa do que as outras, mas, de acordo com os primeiros dados, é menos grave. Os cidadãos devem continuar com as mesmas medidas de proteção" adotadas até agora, recomendou o ministro.

A Turquia já tem 50 milhões, dos 84 milhões de habitantes, imunizados com as duas doses da vacina contra a covid-19, cerca de 60% da população total, mas os dados oficiais registam quase 200 mortes por dia, uma incidência estável desde o início de outubro.

A oposição acredita que os números reais são mais elevados, com o registo municipal de mortes em Istambul, uma cidade que alberga um quinto da população do país, a assinalar desde há meses mais de 80 mortes por dia.

A covid-19 provocou pelo menos 5.286.793 mortes em todo o mundo, entre mais de 267,88 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.