Cooperação entre EUA e Turquia está ameaçada

11 Ago 2018 / 12:24 H.

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse hoje que a cooperação entre a Turquia e os Estados Unidos está ameaçada, advertindo a Casa Branca que irá encontrar “novos aliados”, caso se mantenha o “desrespeito” norte-americano.

As relações entre os dois aliados na NATO têm-se deteriorado nas últimas semanas depois da detenção em 2016 na Turquia do pastor anglicano norte-americano Andrew Brunson e motivou a imposição por Washington de sanções punitivas a dois ministros turcos, e um aviso sobre possíveis medidas adicionais.

Na sexta-feira, Donald Trump decidiu aumentar o valor das tarifas sobre o aço e o alumínio da Turquia, acelerando a queda da moeda turca (lira), que perdeu 16% face ao dólar.

Em declarações ao jornal New York Times, Erdogan avisou Washington sobre as consequências destas medidas, que podem mesmo levar Ancara a encontrar “novos amigos e novos aliados”.

“A menos que os Estados Unidos comecem a respeitar a soberania da Turquia e provem que compreendem os perigos que a nossa nação enfrenta, a nossa parceria pode estar em perigo”, afirmou o Presidente Turco.

Face à queda da lira, Erdogan anunciou, na sexta-feira, uma “guerra económica” e chamou o povo turco para a “luta nacional”, incitando à troca de moedas estrangeiras.

Outras Notícias
  • 1
    $tempAlt.replaceAll('"','').trim()