PS-M exige prometida revolução nos portos

18 Set 2018 / 19:03 H.

O líder do Grupo Parlamentar do PS-Madeira defendeu, hoje, que é necessário que o Governo Regional honre a sua palavra e faça a prometida revolução nos portos.

Victor Freitas falava na Zona Franca Industrial, no Caniçal, após uma visita do partido à Companhia Insular de Moinhos, no âmbito do projecto “A Madeira que queremos”, iniciativa que contou com a presença do candidato do partido às Eleições Regionais de 2019, Paulo Cafôfo.

Ali, o deputado socialista recordou que o presidente do Governo Regional comprometeu-se, há mais de três anos, a “fazer uma revolução nos portos que permitiria baixar os preços dos produtos que entram e saem da Região”. Mas, constatou, “estamos a um ano das eleições, já passaram mais de três anos de mandato, e o senhor presidente do Governo parece que está a pensar em 2019 e não governa agora, no ano de 2018”.

“A palavra dada não pode ser rasgada e o que temos assistido é a um adiar sucessivo em relação a essa revolução nos portos que permitiria baixar os preços”, afirmou Victor Freitas, lembrando que “tivemos um secretário regional que se comprometeu que até 2017 esse assunto estaria resolvido, mas que tal não aconteceu e estamos em 2018 e não vemos por parte do Governo Regional a pressa em resolver esta situação». «É necessário que, rapidamente, o Governo Regional honre a sua palavra e faça essa revolução nos portos e faça baixar o preço de tudo o que entra e sai da Região Autónoma da Madeira”.

No que respeita à visita à Companhia Insular de Moinhos, “inseriu-se no âmbito do projecto ‘A Madeira que queremos’ e teve em vista, à semelhança das que já têm sido efectuadas a instituições e ao tecido empresarial da Região, aferir aquilo que são os bons exemplos”, explicaram os socialistas.

“É uma empresa que já tem quase nove décadas, bem cimentada na Região e que é acarinhada, nomeadamente os seus produtos, por parte dos madeirenses”, adiantou Victor Freitas, destacando ainda a importância de haver indústria na Região, pois tal “cria alguma auto-suficiência em relação a determinados setores”.

Em seguida, também na Zona Franca Industrial, os socialistas visitaram a empresa “Sweets & Sugar”, dedicada ao ramo da produção de rebuçados, a qual constitui, segundo o PS-Madeira, igualmente um bom exemplo empresarial.

Tópicos

Outras Notícias