Nenhuma candidatura ganha com a tragédia

23 Set 2017 / 07:15 H.

A tragédia no Monte terá algum impacto nos resultados das autárquicas no Funchal. No entanto, o estudo de opinião encomendado pelo DIÁRIO dá conta de que 34,6% dos inquiridos consideram que o aproveitamento político da desgraça não rende votos. Esta é a notícia que faz manchete na edição impressa de hoje do DIÁRIO.

Ainda na senda das autárquicas, destaque para as projecções eleitorais que são conhecidas nas próximas horas e na edição de amanhã do seu DIÁRIO.

Continuando em clima autárquico, a Câmara Municipal do Funchal é acusada de bloquear transferência de engenheiro que ajudou Rubina Leal em alguns projectos. Olhando o concelho de Câmara de Lobos, tudo indica que o PSD tem continuidade assegurada.

No que diz respeito à saúde, há mais um um medicamento em falta no Hospital Dr. Nélio Mendonça, desta feita para tratamento do HIV.

Para quem pretende uma noite de boa música, tenha tenção que a MTV promete por todos a dançar no Complexo Desportivo de Água de Pena, esta noite.

No futebol, Cristiano Ronaldo torna a ser finalista para o prémio de melhor jogador da FIFA, numa ‘batalha’ com Messi e Neymar.

Por fim, destaque para um Grupo Sousa imparável, que ganha terreno nos portos internacionais.

Outras Notícias