Jornadas da APH esclarecem madeirenses sobre hemofilia

26 Abr 2018 / 12:37 H.

A Associação Portuguesa de Hemofilia e de outras Coagulopatias Congénitas (APH), em conjunto com o Hospital Dr. Nélio Mendonça, promove, no próximo sábado (dia 28 de Abril), as ‘Jornadas de Hemofilia’.

A iniciativa, a decorrer no Hospital, pretende esclarecer os madeirenses sobre as características desta patologia.

Estas jornadas vão contar com a participação de Bruno Freitas e Elias Gonçalves do Serviço de Sangue e Medicina Transfusional do Hospital Dr. Nélio Mendonça que falarão sobre profilaxia e a importância da adesão ao tratamento por parte das pessoas portadoras de hemofilia.

Outro dos temas em debate será ‘ortopedia e hemofilia – estratégias de intervenção’, que contará com as explicações de Margarida Santos do Centro Hospitalar de Lisboa Central.

A sessão terá ainda um painel sobre as novas abordagens na hemofilia da responsabilidade de Miguel Crato e Ana Pastor, presidente e coordenadora do Comité de Mulheres da APH, respectivamente.

A hemofilia é uma doença crónica e uma deficiência orgânica congénita no processo da coagulação do sangue. De transmissão genética, ligada ao cromossoma X, aparece quase exclusivamente nos indivíduos do sexo masculino e caracteriza-se pela ausência ou acentuada carência de um dos factores da coagulação. Por este motivo, a coagulação é mais demorada ou inexistente, provocando hemorragias frequentes, especialmente a nível articular e muscular.

Outras Notícias