Câmara de São Vicente canaliza 3,1 milhões para investimentos em 2018

22 Jan 2018 / 14:05 H.

A Câmara Municipal de São Vicente dispõe de um orçamento para 2018 no valor de 7,4 milhões de euros, dos quais 3,1 milhões se destinam ao investimento.

“É um orçamento equilibrado, dentro das regras orçamentais e que vai ao encontro das especificidade, necessidades e prioridades do concelho”, disse à agência Lusa o presidente da autarquia, José António Garcês, que em outubro de 2017 foi reeleito com maioria absoluta pelo movimento de cidadãos ‘Unidos Por São Vicente’.

O autarca destacou que, em relação ao orçamento do ano anterior, houve um reforço de verba superior a um milhão de euros.

José António Garcês salientou que as grandes áreas de intervenção do executivo camarário serão o apoio às famílias e inclusão social, educação, juventude e desporto, viação rural, requalificação urbana, apoio às três juntas de freguesias que constituem o concelho (São Vicente, Ponta Delgada e Boaventura) e ainda a organização e o funcionamento dos serviços municipais.

“Este orçamento visa o investimento em todas as áreas do município”, disse, sublinhando que as Grandes Opções do Plano, no valor de 4,6 milhões de euros, canalizam 3,1 milhões para investimentos e 1,5 milhões para o Plano de Actividades Municipal.

Nas eleições autárquicas de Outubro de 2017, o movimento Unidos Por São Vicente obteve 79,20% dos votos e foi entre os partidos e grupos de cidadãos candidatos a força que conseguiu convencer a maior fatia de eleitores a nível nacional.

Outras Notícias