“Aqui vivem pessoas” é denúncia pelo sítio da Vargem

Iniciativa do vereador do PS na Câmara Municipal de Câmara de Lobos

21 Abr 2017 / 20:52 H.

O vereador do PS na Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Amândio Silva, visitou novamente o novo troço da via-rápida Câmara de Lobos - Estreito de Câmara de Lobos de forma a reivindicar o acesso para a comunidade do sítio da Vargem.

Amândio Silva criticou o facto de o acesso viário ter sido cortado nessa infra-estrutura, afirmando que o caminho que vai da Capela das Almas não tem qualquer acesso para a nova ligação da via-rápida – Câmara de Lobos – Estreito.

Nesse sentido, disse que esta situação ocorre devido à teimosia do Governo Regional e à falha dos compromissos da Câmara Municipal de Câmara de Lobos de não dotarem a comunidade de um acesso local.

“O que acontece é que um indivíduo que vive na zona da Capela das Almas tem de se deslocar até ao Estreito de Câmara de Lobos para entrar na Via Rápida ou então tem de se deslocar até à Ponte dos Frades para ter acesso à Via Rápida, quando pode ter um acesso mais ágil”, declarou.

Assim sendo, o vereador do PS apresentou um cartaz de protesto, na respectiva localidade, que refere “aqui vivem pessoas, ficamos sem acesso”, de modo a alertar, de uma vez por todas, para a importância da criação um troço para esta comunidade.