Alberto II já é confrade do Vinho Madeira

Príncipe do Mónaco jurou defender e promover a qualidade e excelência do produto

21 Set 2018 / 20:16 H.

O Príncipe Alberto II do Mónaco diz-se “muito honrado” pelo convite e por pertencer a uma Confraria ao qual a sua família está ligada há três gerações, renovando de seguida o juramento de que defenderá “o melhor possível a qualidade e a excelência” do Vinho Madeira.

A cerimónia que decorreu ao final da tarde no Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira, contou com a presença de cerca de quatro dezenas de confrades, além de convidados de honra para um jantar de gala realizado no pátio.

Trajados com a capa de veludo cor de vinho, o chapéu de veludo preto, com plumas de avestruz de várias cores e a indispensável ‘tamboladeira’, peça metalizada (estanho) com a qual fizeram o brinde ao novo confrade.

Outras Notícias