União da Madeira derrotado pelo Benfica B

Lisboa /
22 Out 2017 / 18:00 H.

Dois golos do avançado Heriberto, ambos marcados na segunda parte, aos 61 e 64 minutos, permitiram hoje ao Benfica B vencer o União da Madeira por 2-1, em encontro da 10.ª jornada da II Liga de futebol.

O jovem extremo somou dois golos à sua conta pessoal, sendo, com sete, o melhor marcador da equipa secundária das ‘águias’, que se instalou no sexto posto, com 15 pontos, contra 10 dos madeirenses, nos últimos lugares.

Na estreia de José Viterbo como técnico principal da turma insular na II Liga - rendeu no cargo Paulo Alves -, o União da Madeira somou o sétimo embate sem vencer, sendo que já não ganha desde o 3-0 à Académica, a 19 de agosto.

O domínio avassalador dos ‘encarnados’ não teve correspondência no resultado. A maior posse e circulação de bola não redundou em golos durante a primeira parte.

As ‘águias’ desperdiçaram várias oportunidades flagrantes de golo, a começar pelo central e ‘capitão’ Francisco Ferreira, que, aos nove minutos e isolado na grande área madeirense, ‘disparou’ à figura de Tony Batista.

Depois, foram Zé Gomes (17 minutos) e Heriberto (25) a insistir no desperdício. Aos 37, Heriberto caiu na área após ludibriar o lateral esquerdo Mica Pinto, mas o árbitro Carlos Xistra considerou que o avançado simulou a mostrou-lhe o amarelo.

Na jogada seguinte, num típico lance de contra-ataque, Júnior inaugurou o marcador para a turma madeirense, após passe certeiro do avançado montenegrino Petar Orlandic. E o União atingiu o intervalo a vencer por 1-0 e de forma algo surpreendente.

Em desvantagem, o técnico Hélder Cristóvão apostou tudo no ataque. Aos 56 minutos, tirou o lateral direito Alex Pinto e colocou em campo o habilidoso avançado João Félix.

Aos 61 minutos, o Benfica conseguiu, finalmente, chegar à igualdade, por Heriberto, que converteu uma grande penalidade a sancionar uma mão na bola do central Romaric.

Os madeirenses poderiam ter voltado para a frente do marcador pouco depois, aos 63 minutos, mas Gonçalo Abreu não conseguiu empurrar o esférico para a baliza, na sequência de uma boa incursão de Júnior pela direita.

No minuto seguinte, Heriberto voltou a faturar, em recarga oportuna, após remate de Zé Gomes de fora da área.

O Benfica B manteve o domínio do jogo até ao final e João Félix, aos 80 minutos, dispõe de duas chances flagrantes para apontar o terceiro, com um dos seus remates a batet estrondosamente no ‘ferro’.

O União da Madeira ainda teve uma última hipótese de empatar, mas o cabeceamento de Orlandic foi detido por um fantástico ‘voo’ do guardião russo Zlobin, que garantiu os três pontos ao Benfica B.