Lopetegui conta com Ronaldo e lamenta despedimento da selecção espanhola

14 Jun 2018 / 20:14 H.

Julen Lopetegui afirmou hoje que tinha “todas as condições” para continuar a ocupar o cargo de selecionador espanhol no Mundial2018 de futebol, apesar do acordo com o Real Madrid, e assumiu o desejo que contar com Cristiano Ronaldo.

“Ontem (quarta-feira, dia do despedimento) foi, possivelmente desde a morte da minha mãe, o dia mais triste da minha vida. Mas hoje é o mais feliz”, afirmou o treinador de 51 anos durante a apresentação como o novo treinador do Real Madrid, na capital espanhola, no Estádio Santiago Bernabéu.

O antigo técnico do FC Porto assumiu que esperava, nesta altura, estar a comandar a Espanha no Campeonato do Mundo, que arrancou hoje na Rússia, e mostrou-se surpreendido pelo despedimento.

“Não esperava, acho que tinha condições para estar no Mundial. A parte boa é que posso já começar a trabalhar no Real Madrid e, juntamente com o presidente, construir a melhor equipa para a próxima temporada”, disse Lopetegui, acrescentado que sempre teve o “sonho” de treinar a formação ‘merengue’.

Sobre a continuidade de Cristiano Ronaldo, o antigo guarda-redes considerou que o avançado português é “o melhor do mundo” e por isso quer contar “sempre” com ele.

“O Cristiano é o jogador que quero ter ao meu lado sempre. O melhor jogador do mundo joga no Real Madrid e sobre isso não há dúvidas”, frisou.

Na mesma apresentação, o presidente Florentino Pérez afirmou que Lopetegui merecia ter continuado na seleção espanhola durante o Mundial e defendeu que a sua contratação foi feita de “forma transparente”.

“Houve pessoas que quiserem aproveitar esta situação para tentar desprestigiar o Real Madrid. Não há um único argumento que justifique que Lopetegui não esteja no banco da seleção depois de dois anos de esforço e trabalho, tendo realizado um apuramento sem qualquer derrota”, disse o dirigente.

Julen Lopetegui deixou de ser selecionador espanhol, a dois dias na estreia no Mundial2018, frente a Portugal, por decisão da Federação Espanhola (RFEF), que alegou desconhecer o processo da contratação pelo Real Madrid. Fernando Hierro, que era diretor desportivo da federação, vai comandar a equipa durante a competição.

  • 1
    $tempAlt.replaceAll('"','').trim()