Marcelo recorda “um dos pais fundadores” da democracia

Lisboa /
14 Jan 2019 / 14:43 H.

O Presidente da República recordou hoje Oliveira Dias, ex-deputado do CDS que hoje morreu aos 88 anos, como uma “personalidade discreta e de sólidos valores morais” e “um dos pais fundadores do nosso regime democrático”.

Numa mensagem publicada no ‘site’ da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que Oliveira Dias, antigo presidente do parlamento, “manteve-se ao longo da vida fiel aos princípios que marcaram toda a sua trajectória biográfica, feita na defesa da liberdade, da democracia e da dignidade da pessoa humana”.

No texto, Marcelo transmite os pêsames à família, “em testemunho do profundo apreço do Presidente da República -- e do amigo -- por um dos pais fundadores do nosso regime democrático”.

Médico de profissão e presidente da Assembleia da República entre outubro de 1981 e novembro de 1982, Francisco de Oliveira Dias faleceu aos 88 anos e o parlamento colocou a sua bandeira a meia haste.

Marcelo Rebelo de Sousa salientou o percurso de deputado à Assembleia Constituinte, onde o conheceu e fez “uma sólida amizade de muitas décadas” e “conquistou o respeito dos seus pares pela sua verticalidade de carácter e pelo seu profundo sentido de serviço público”.

“Eleito sucessivamente deputado à Assembleia da República, distinguiu-se como seu presidente, onde granjeou justamente a admiração de todas as forças políticas pela forma rigorosa, imparcial e isenta como exerceu aquele cargo”, lê-se ainda no texto publicado na página da Presidência na Internet.

O corpo de Francisco de Oliveira Dias chegará hoje, pelas 17 horas, à Capela Mortuária da Igreja de Nossa Senhora do Amparo, em Benfica. A missa de corpo presente realiza-se na terça-feira, pelas 10 horas, seguindo o funeral para o Cemitério de Benfica.

Outras Notícias