Rússia repatriou do Iraque 32 crianças filhas de membros do Estado Islâmico

19 Nov 2019 / 10:35 H.

Moscovo anunciou hoje o repatriamento para a Rússia de 32 crianças, filhos de membros do grupo radical Estado Islâmico capturados no Iraque.

A estação de televisão pública russa transmitiu hoje as imagens das crianças a chegar ao aeroporto Zhukovsky nos arredores de Moscovo.

De acordo com a notícia, as crianças têm entre um e nove anos de idade e foram recebidas pelos familiares russos.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros disse que as crianças vão permanecer em centros de acolhimento acompanhados das mães que também foram transportadas pelas autoridades russas.

Trata-se do quarto grupo de crianças de origem russa retiradas do Iraque, totalizando até ao momento 122 crianças repatriadas.

Segundo o presidente russo, Vladimir Putin, cerca de quatro mil russos e mais de cinco mil cidadãos de antigas repúblicas soviéticas juntaram-se aos radicais do Estado Islâmico na Síria e no Iraque, nos últimos anos.

Outras Notícias