Número de mortos em ataque a hospital no Afeganistão sobe para 39

20 Set 2019 / 19:17 H.

O número de vítimas de um ataque suicida com um camião armadilhado num hospital do sul do Afeganistão na quinta-feira aumentou para 39 mortos e mais de 140 feridos, segundo autoridades afegãs.

O último balanço do ataque, já reivindicado pelos talibãs, apontava para 20 mortos e 90 feridos.

“O balanço do ataque ao hospital de Qalat é de 39 mortos e 140 feridos”, disse à agência de notícias francesa AFP o porta-voz do governador da província, Gul Islam Seyal.

O ataque ocorreu cerca das 06 horas (03 horas em Lisboa) de quinta-feira, quando um homem detonou os explosivos que estavam num camião, próximo a um hospital na cidade de Qalat, capital da província de Zabul, no sul do Afeganistão, disse à agência EFE o porta-voz do governador regional, Gul Islam Seyal.

O novo balanço aumenta para 91 o número de mortos por ataques realizados entre terça e quinta-feira no Afeganistão, além de nove trabalhadores agrícolas mortos por engano por disparos de drones.

O crescimento da violência acontece menos de dez dias antes das eleições presidenciais, agendadas para dia 28, e já tinha sido previsto por vários observadores, até porque os talibãs avisaram que iriam tentar suspender a realização do escrutínio, que consideram ilegítimo.

O primeiro ataque dos últimos três dias, que matou 26 pessoas, aconteceu perto do local onde o Presidente, Ashraf Ghani, candidato à reeleição estava em reunião.

Outras Notícias