Encontrado segundo morto de explosão de petroquímica em Espanha

15 Jan 2020 / 10:39 H.

As autoridades encarregadas de apagar o incêndio que se seguiu à explosão na terça-feira numa fábrica petroquímica em Tarragona, Espanha, confirmaram esta manhã que encontraram uma segunda vítima mortal do incidente.

Os socorristas tinham interrompido, por razões de segurança, as buscas pelo desaparecido às 02 horas locais (01 hora em Lisboa) de hoje.

No início do dia, depois de terem sido retomadas as buscas, o segundo corpo foi encontrado sem vida, depois de um homem ter perdido a vida na terça-feira na sequência de um desabamento provocado pela explosão, segundo a imprensa espanhola.

Os bombeiros da região da Catalunha avançaram esta manhã que a situação estava agora “estável”, com os serviços de emergência concentrados na localização da segunda vítima.

Uma forte explosão na terça-feira às 18h45 locais (17h45 em Lisboa) originou um incêndio de grandes dimensões na zona industrial da petroquímica de Tarragona, para onde foram deslocados os bombeiros e equipas de emergência, que accionaram o alerta de emergência química.

A explosão foi perceptível em todas as povoações dos arredores do complexo petroquímico e fez estremecer as janelas de alguns edifícios, e além da vítima mortal, provocou pelo menos seis feridos graves.