Aeroportos reabrem nas Canárias depois de tempestade de areia

24 Fev 2020 / 15:46 H.

Os oito aeroportos das Ilhas Canárias espanholas reabriram hoje ao tráfego aéreo depois de terem estado fechados no domingo devido a uma tempestade de areia de magnitude considerada “excecional”, anunciou o Ministério dos Transportes espanhol.

“A melhoria das condições meteorológicas durante a noite permitiu restabelecer o tráfego aéreo em todos os aeroportos das Ilhas Canárias”, disse o Ministério dos Transportes na segunda-feira na sua conta na rede social Twitter.

Esta reabertura foi possível graças a uma “melhoria” da tempestade de areia, segundo o Enaire, o organismo que faz a gestão do controlo do tráfego aéreo em Espanha.

O tráfego aéreo neste arquipélago espanhol ao largo da costa de Marrocos, muito popular entre os turistas do norte da Europa, tinha sido afetado desde sábado por ventos violentos carregados de areia do deserto marroquino.

Os voos puderam ser retomados temporariamente no domingo de manhã, antes de o agravamento das condições meteorológicas ter levado ao encerramento dos oito aeroportos do arquipélago.

As Canárias receberam 13,1 milhões de visitantes estrangeiros no ano passado, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE) espanhol, o que torna o arquipélago a terceira região mais visitada em Espanha.

Entretanto na ilha portuguesa da Madeira, situada na zona das Canárias, mas mais distante das costas marroquinas, foi anunciado hoje ao fim da manhã a chegada de uma massa de ar quente, seca e acompanhada de poeiras, também do Saara, que poderá vir a afetar a operacionalidade do aeroporto que serve o Funchal, caso a visibilidade seja inferior a cinco quilómetros.

“Prevê-se hoje um dia quente - às 08:00 a temperatura do ar no Funchal já era de 26,6 graus -, seco, e a humidade relativa do ar até ao Lugar-de-Baixo [Ponta de Sol] era da ordem dos 10% a 15%. Está prevista uma invasão de poeiras que, em princípio, vão reduzir a visibilidade”, disse à agência Lusa o diretor do Observatório Meteorológico do Funchal, Vítor Prior.

“É uma massa de ar quente e seca, uma situação de leste, acompanhada de poeiras”, precisou.

As poeiras atingirão a costa sul durante todo o dia, até terça-feira, mas o período mais crítico será no final da tarde.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou a costa sul da Madeira sob aviso amarelo para tempo quente até às 21:00 de hoje, mas desde sábado que o arquipélago tem registado temperaturas elevadas para o mês de fevereiro.

Apesar destas condições atmosféricas, o movimento aéreo no Aeroporto da Madeira Cristiano Ronaldo decorre com normalidade.

Segundo o IPMA, as previsões meteorológicas para a Madeira são de vento moderado a forte (20 a 40 quilómetros/hora) do quadrante leste, soprando forte (40 a 50 quilómetros/hora) nas terras altas e por vezes com rajadas até 70 quilómetros/hora, tornando-se fraco a moderado (10 a 30 quilómetros/hora) a partir da tarde.

No que diz respeito ao estado do mar, na costa norte as ondas serão de nordeste com dois a 2,5 metros, passando a ondas de noroeste com 1,5 a dois metros, e na costa sul as ondas serão de sueste com um a 1,5 metros.