Vice-presidente da Câmara do Funchal visitou conclusão das obras na Igreja do Socorro

19 Mar 2019 / 14:44 H.

Na visita efectuada hoje às obras de beneficiação da Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na freguesia de Santa Maria Maior, apoiadas pela Câmara Municipal do Funchal no valor de 15 mil euros, o vice-presidente da autarquia referiu que o apoio financeiro surgiu depois de um pedido da Confraria do Santíssimo Sacramento após terem sido verificadas infiltrações na cobertura do edifício, que representariam um factor de desgaste e de risco para o mesmo.

“O Município responsabilizou-se, assim, por contribuir financeiramente para a obra de beneficiação, na salvaguarda, conservação e valorização daquele que é o património histórico edificado da cidade do Funchal, garantindo de igual modo a integridade do edifício e a segurança da comunidade”, salientou ainda Miguel Silva Gouveia, acrescentando que se segue uma vistoria total à instalação eléctrica da igreja.

A Igreja de Nossa Senhora do Socorro data do século XVIII e apresenta características barrocas típicas, com uma fachada marcada por cantaria rija da ilha e com portas de madeira originais. Recorde-se que, todos os anos, o Município do Funchal ali presta homenagem a São Tiago Menor, padroeiro protector da cidade. A procissão do Voto da Cidade percorre as ruas da Zona Velha do Funchal e termina sempre na Igreja do Socorro, numa tradição que remonta a 1538, quando a cidade foi assolada por um surto de peste e as autoridades camarárias entregaram a guarda da saúde dos habitantes do Funchal a São Tiago Menor, que se tornou então padroeiro da cidade.

Outras Notícias