Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica da Madeira não aderem às greves

Paralisação está agendada para os dias 12 e 19 deste mês, mas madeirenses não aderem por se encontrarem em negociações com o Governo Regional

11 Jul 2019 / 18:23 H.

A Estrutura Regional do Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica não adere às greves marcadas para os dias 12 e 19 deste mês. Os sindicalistas madeirenses justificam a decisão pelo facto de se encontrarem em negociações com o Governo Regional.

“As negociações que decorrem neste momento entre a plataforma sindical e o Governo Regional da RAM não justificam que as greves marcadas para dia 12 e 19 sejam realizadas no território regional, até porque irão permitir a correcção da discriminação e injustiça que este grupo profissional é alvo a nível nacional”, ”, assumem num comunicado enviado à comunicação social.

Quanto à plataforma nacional, decidiu manter a greve, uma vez que “a Comissão de Saúde da Assembleia da República chumbou as propostas de alteração ao Decreto-lei 25/2019 do Bloco de Esquerda e do PCP, que permitiram corrigir a discriminação e a injustiça que estes profissionais são alvo há mais de duas décadas”.

Outras Notícias