PS-Funchal enaltece trabalho da CMF na limpeza urbana

22 Jan 2020 / 12:37 H.

A concelhia do Funchal do Partido Socialista visitou, esta quarta-feira, dia 22 de Janeiro, a Estação de Transferência e Triagem de Resíduos Sólidos do Funchal, nos Viveiros, onde destacou o trabalho desenvolvido pelo departamento de Ambiente da autarquia.

Na ocasião, o presidente da concelhia começou por lembrar que, “até 2017, a Câmara Municipal do Funchal (CMF) estava proibida de contratar mais funcionários para os seus quadros, devido à sua elevada dívida, contraída pelo anterior executivo municipal do PSD, que impôs ao município um rigoroso e violento Programa de Apoio à Economia Local (PAEL)”.

“Esta circunstância, associada à passagem à reforma de alguns trabalhadores, fez com que, na área do ambiente, se verificasse a redução do número de funcionários”, expôs Bruno Ferreira, observando que este departamento, “que já chegou a ter mais de 400 pessoas, ficou, em 2018, com 319 trabalhadores, número que, entretanto, só após a recuperação do PAEL, foi possível aumentar, com a contratação de 38 profissionais”. Actualmente existem 357 funcionários no departamento de Ambiente da CMF.

“Além deste esforço em termos de recursos humanos”, o dirigente socialista deu também conta do “investimento de cerca de dois milhões de euros que foi feito entre 2017 e 2019 na renovação de viaturas e equipamentos no departamento de Ambiente”.

Por outro lado, Bruno Ferreira sublinhou o “excelente trabalho na recolha selectiva que, desde o ano 2013, teve um aumento de 1786 toneladas por ano”. “Já no que se refere à recolha selectiva porta a porta, verificou-se um aumento de mais de 11 toneladas por ano”, acrescentou.

O presidente da concelhia do PS-Funchal fez ainda questão de rebater as críticas que são feitas por outras forças políticas, afirmando que “o trabalho desenvolvido por este departamento torna a nossa cidade muito mais limpa e merecedora da visita de todos”.