Paula Cabaço lamenta baixa na Associação de Promoção da Madeira

Secretária acredita que Roberto Santa Clara continuará a servir o destino

15 Jun 2019 / 14:19 H.

“É naturalmente uma saída que se lamenta, atendendo ao excelente papel que vinha sendo desenvolvido, pelo Roberto Santa Clara, na liderança da Associação de Promoção da Madeira e, sobretudo, aos resultados dessa mesma actuação”.

É desta forma que a secretária regional do Turismo e Cultura reage o facto do director executivo da Associação de Promoção da Madeira deixar o organismo até final do Verão.

Ao DIÁRIO, Paula Cabaço destaca “o profissionalismo, a sua capacidade de liderança e de mobilização e, naturalmente, a forma como soube gerir e concretizar a estratégia preconizada para a promoção”. Julga que estas são, sem dúvida, marcas que ficam da passagem de Roberto Santa Clara pela APM, assim como fica, também, “a certeza de que a Madeira conseguiu afirmar-se no mercado com outra dinâmica, chegar a novos públicos e reforçar o seu posicionamento perante a concorrência”.

Para a governante a baixa de vulto na Associação de Promoção da Madeira tem ainda outro inconveniente: “É, obviamente, uma saída que se lamenta, sobretudo numa altura em que o sector enfrenta grandes desafios, nomeadamente relacionados com a forte concorrência externa e com a emergência dos destinos do norte de África”.

Todavia, acredita que o Roberto Santa Clara “continuará a servir o destino numa área que é também estratégica e da maior importância para a Região, como é o caso da aviação, desejando-lhe, por isso mesmo, as maiores felicidades”.

Roberto Santa Clara deve regressar à ANA -Aeroportos de Portugal, empresa da qual é quadro. A hipótese de ocupar um lugar de destaque na direcção do Aeroporto da Madeira está ainda em equação. A ANA garante que ainda hoje toma posição sobre o assunto.

Outras Notícias